EDITAL 2014 - Concurso de contos Cidade de Araçatuba-SP

27.º Concurso de Contos Cidade de Araçatuba -  2014

(internacional, mundo lusófono)
 
José Geraldo Martinez - em memória
           Art. 1º - A Secretaria Municipal de Cultura torna público o 27.º Concurso de Contos Cidade de Araçatuba (internacional, mundo lusófono), destinado a escritores lusófonos de países que têm o português como idioma oficial, que sejam maiores de 18 anos.

§1.º - As inscrições se darão de 20 de janeiro de 2014 a 16 de abril de 2014; 

§ 2.º - Durante o concurso de 2014, será homenageado, o escritor e compositor musical José Geraldo Martinez, araçatubense, falecido em 24 de abril de 2013. Escreveu vários livros.


Da Participação

          Art. 2º - Para concorrer, os interessados deverão mandar apenas um conto inédito digitado, com pseudônimo a contosaracatuba@gmail.com na forma de dois anexos (postagem  eletrônica):


ANEXO 1: o conto, com pseudônimo (Word)

ANEXO 2: título de seu conto, seu nome, R.G.,  endereço de correio (rua,  CEP,  cidade, estado, telefone (fixo  e celular) e pseudônimo usado no conto (Word)

 §1.º: entende-se por inédito o conto que não participou de nenhuma coletânea (papel e/ou digital) de vários autores, nem de livro (papel e/ou digital) do participante como autor único ou tenha sido premiado em outro concurso literário realizado no seu país;

§2.º: os textos devem ser escritos em português, de acordo com o novo acordo ortográfico;

§3.º: serão desclassificados os contos postados após 16 de abril de 2014. Apenas serão aceitas inscrições e textos remetidos por e-mail. O recebimento será confirmado  também eletronicamente;

§4.º: serão desclassificados os textos que a Comissão Julgadora considerar plágio evidente. 

§5º: serão desclassificados os textos digitados em qualquer outra formatação que não a recomendada nos Art. 3º, 4º e 5º;

§6º: será desclassificado o concorrente  que apresentar  mais  de um conto.


 Da Apresentação

          Art. 3º - Os textos (dois anexos) deverão ser digitados em corpo 14, espaço duplo. O texto do conto NÃO deve ultrapassar a 10 (dez) páginas (mínimo duas), papel A4, margens de 2,0 cm, fonte “Times New Roman”. É vedada a participação de minicontos.
  
          Art. 4º. - A falta de algum dado que impossibilite identificar  o autor do  conto, caso  seja premiado, desclassificará o concorrente. Mais informações:  www.concursodecontos.blogspot.com,

§ único: O telefone (18) 3636 1270 e o e-mail secretariacult@gmail.com serão canais de comunicação entre contistas e Secretaria Municipal da Cultura de Araçatuba.

            Art. 5.º - Caso o conto do participante for premiado, este deverá apresentar em 10 (dez) dias fotocópia  do R.G e do CPF (ou documento similar, se for  estrangeiro), número da conta bancária (caso receba prêmio em dinheiro); comprovante  de residência (conta  de  luz, água, telefone  fixo) para os concorrentes  da categoria C; brasileiros morando no exterior (categoria b) precisam provar com documentos seu nascimento no Brasil e também com documentos sua residência fora do país; autorização de publicação,  assinada, de seu conto  premiado pelo concurso em coletânea dos contos vencedores.

           §1.º - caso não cumpra tais exigências no prazo estipulado, o participante será desclassificando, será chamado o subsequente

 Dos critérios básicos de julgamento
  
     Art. 6.º - Ser um texto narrativo com viés literário, centrado num só conflito, com espaço e tempo concentrados conforme o gênero “conto”, apresentando: 

          a) a figura da personagem central;

         b) verossimilhança (externa): relação com a condição humana;

         c) focalização coerente e perceptível.
       
     Art. 7º - Será instituída Comissão Julgadora composta por escritores e professores de Literatura, convidados pelo secretário municipal da Cultura de Araçatuba.

          §único – a comissão terá liberdade e autonomia de organizar seu trabalho de leitura e julgamento, tendo o prazo para entregar os resultados até 15 de julho de 2014 impreterivelmente.

 Das premiações

         Art. 8.º - Haverá três categorias de concorrentes:

          a) contistas nacionais (exceto os contistas da região administrativa de Araçatuba)

1.º lugar: R$ 2.000,00 (dois mil reais)

 2.º lugar: R$ 1.500,00 (mil reais)

 3.º lugar: R$ 500,00 (quinhentos reais)

Até cinco menções honrosas. A lista de premiação da categoria poderá ser incompleta, caso a comissão julgadora não encontre contos merecedores de premiação.
  
     b) contistas estrangeiros (mundo lusófono)

 1.º lugar: R$ 2.000,00 (dois mil reais)

2.º lugar: R$ 1.500,00 (mil reais)

 3.º lugar: R$ 500,00 (quinhentos reais)

 Até cinco menções honrosas. A lista de premiação da categoria poderá ser incompleta, caso a comissão julgadora não encontre contos merecedores de premiação.
Observação: a remessa do prêmio em dinheiro está condicionada às  leis  e  regras bancárias  vigentes no Brasil.

      c) contistas regionais (região administrativa de Araçatuba)

 1.º lugar: R$ 2.000,00 (dois mil reais)

 2.º lugar: R$ 1.500,00 (mil reais)

 3.º lugar: R$ 500,00 (quinhentos reais)

Até cinco menções honrosas. A lista de premiação da categoria poderá ser incompleta, caso a comissão julgadora não encontre contos merecedores de premiação.


 §1.º - entende-se por mundo lusófono os seguintes países: Portugal, Brasil, Angola, Moçambique, Timor Leste, Guiné-Bissau, São Tomé e Príncipe, Cabo Verde;

§2.º - entende-se por região administrativa de Araçatuba os seguintes municípios: Araçatuba, Birigui, Penápolis, Guararapes, Andradina, Brejo Alegre, Buritama, Auriflama, Bilac, Bento de Abreu, Rubiácea, Valparaíso, Mirandópolis, Lavínia, Guaraçaí, Murutinga do Sul, Castilho, Ilha Solteira, Itapura, Nova Independência, Sud Mennuci, Pereira Barreto, Suzanápolis, Santo Antônio do Aracanguá, Guzolândia, São João de Iracema, General Salgado, Nova Castilho, Gastão Vidigal, Lourdes, Turiúba, Nova Luzitânia, Coroados, Gabriel Monteiro, Piacatu, Clementina, Santópolis do Aguapeí, Alto Alegre, Avanhandava, Glicério, Luiziânia, Braúna e Barbosa;

              §3.º - o participante natural da categoria “c” poderá renunciar  a esta condição e  optar por participar da “a”. Isso deve estar expresso na sua inscrição, ficando dispensado de apresentar comprovante de residência; 
              §4.º - Brasileiros residentes no exterior, em qualquer país, participarão da categoria “b” (estrangeiros). Caso se escolhido precisa provar com documentos seu nascimento no Brasil e também com documentos sua residência fora do país.
  
Art. 9º - Os contistas premiados, inclusive com menção honrosa terão direito a 05 exemplares da coletânea "Contos vencedores" e serão  convidados a participar da 6.ª Jornada de Literatura de Araçatuba, de 8 a 12 de setembro de 2014.
§único: os cinco exemplares da coletânea publicada a quem tem o direito os contistas classificados, mesmo com menção honrosa, devem ser retirados na sede da Academia Araçatubense de Letras, rua Joaquim Nabuco, 210, centro de Araçatuba-SP – CEP 16010-020 – telefone: 18 3624 7638  ou aracaletras@outlook.com    

           Art. 10.º - Os contos premiados, inclusive com menção honrosa, farão parte da coletânea “Contos Melhores”.

          Art. 11.º - A entrega dos prêmios se dará em Araçatuba, no dia 08 de setembro de 2014 (segunda-feira) à noite.

          Art. 12.º - Os casos omissos serão resolvidos pelo Secretário Municipal de Cultura.



Araçatuba, 20 de janeiro de 2014.



Hélio Consolaro

Secretário Municipal de Cultura

Biografia de José Geraldo Martinez
José Geraldo Martinez Rodrigues  
Pai -  professor Joaquim Rodrigues - popular Quico
Mãe  -  Mercília Rodrigues
Pai de   Érika Regina Lopes Martins Rodrigues / dos gêmeos  Caio e Dênis Lopes Martin Rodrigues
Esposa    Heloísa  Helena Paulucci
Nasceu em Araçatuba : 14 de setembro de 1985
Faleceu em Araçatuba em  24 de abril de 2013
Cronista    contista    poeta     arranjador     letrista de músicas sertanejas e   produtor fonográfico com mais de 150 títulos gravados.
Produção literária:

Livros editados:
Poesia:Restou-me um poema
Prosa: Entre grâos, os sonhos
           Caminhos áridos
           Nada está perdido
           Poeira e boiada

Não editados:
Umbelina para poucos ( fala sobre a avó) obra terminada                    
O homem que sonhava                                       
Grupos de literatura aos quais era filiado:
Clube dos poetas
Alma, arte e poesia
Nova academia virtual poética do Brasil
Confrades da poesia


O Poeta das Multidões, Heitor Gomes, de Araçatuba-SP, quando José Geraldo Martinez ainda lutava com sua enfermidade, escreveu uma crônica sobre ele e publicou-a no jornal local Folha da Região. Ela está reproduzida abaixo:

José Geraldo Martinez

            Terminei de ler duas obras do escritor araçatubense José Geraldo Martinez: “Caminhos Áridos” e “Entre Grãos os Sonhos”.

            “Caminhos Áridos” narra a saga dos imigrantes nordestinos vindos nos famosos caminhões “pau de arara”, onde todo desconforto e sofrimento não ceifam os sonhos de uma vida mais digna, pois na terra natal o sofrimento da seca, da fome e do abandono impossibilitava qualquer tipo de sonho e esperança. Um romance que fala de frustrações, decepções, mas também de amor, superação e perdão. Narra fatos históricos da vida do famigerado cangaceiro Virgulino Ferreira, conhecido com lampião, que tanto aterrorizava a vida dos que viviam naquela região. Com um linguajar coloquial, acessível a todas as faixas etárias e culturais, trazendo uma carga grande de dramaticidade com desfecho sempre emocionante e surpreendente.

            “Entre grãos os sonhos”, fiquei extremamente surpreso, pois não esperava uma maturidade  literária tão grande. Cada página era uma emoção diferente, no final de cada capítulo a emoção renovava. A narrativa é tão minuciosa que a impressão que se tem é de estar assistindo a um vídeo de tão real.O leitor passa a amar e odiar os personagens como se convivessem com eles. O romance narra também a saga, só que agora dos imigrantes Italianos que vieram para o Brasil, mais precisamente para a nossa região de Araçatuba, tentar a sorte materializando seus sonhos e ideais.
            José Geraldo Martinez é meu contemporâneo, tivemos um período de convivência na época da escola e depois por circunstancia do destino afastamo-nos. Nessa época, tive a oportunidade de conhecer seu talento como compositor musical e poeta. Teve suas músicas gravadas por muitas duplas sertanejas e cantores de renome. Seus poemas de cunho popular agradavam todos os tipos de público, pois salientava os chifres e desamores muito comuns a qualquer mortal. 

Também muito carismático, pela quantidade de amigos e admiradores que agregou em sua jornada terrena. Com uma formação religiosa de família, segue o espiritismo kardecista (Fundada por Allan Kardek), retratada no romance “Entre Grãos os Sonhos”. 

Recentemente deu uma grande prova de que sua fé não é um simples conhecimento filosófico, mas um sentimento que brota do fundo da alma, pois superou com muita dignidade e exemplo para todos uma enfermidade que é vencida somente pelos grandes devotos.  

Filho de José Martins Rodrigues e Mercília Rodrigues, por quem demonstra muito afeto e gratidão. E pelos quatro filhos: Érica, Caio e Dênis.

            Heitor Gomes: “O Poeta das Multidões”