Concurso de Contos Cidade de Araçatuba: 789 inscritos


 Hélio Consolaro e Tito Damazo, que recebeu Troféu Odette Costa pelo livro infantojuvenil ‘Sob a Batuta do Bicho Grilo’
19.05.15 – A fase de julgamento do Concurso Internacional de Contos Cidade de Araçatuba completa um mês no dia 21 de maio. Os quase 800 contos inscritos estão sendo avaliados por uma comissão nomeada pela Academia Araçatubense de Letras (AAL), que é presidida pelo professor e escritor Tito Damazo. O concurso completa 30 anos de história em 2015, numa iniciativa da Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Cultura (SMC), em parceria com a Academia e Núcleo Regional da União Brasileira de Escritores (UBE).

Doutor em letras e reconhecido com o Troféu Odette Costa 2015, Damazo explica que a comissão é integrada por seis especialistas e foi dividida em dois grupos, para dupla avaliação dos 789 contos: 722 na categoria nacional, 32 em nível regional e 35 estrangeiros. “Em uma avaliação preliminar, é possível dizer que, de modo geral, o nível dos participantes melhorou nos últimos três anos. O concurso conquistou repercussão e credibilidade em âmbitos nacional e internacional, motivando as participações de quem escreve bem”, afirma o presidente da Academia.

A divulgação dos 24 contos premiados está prevista para o dia 15 de julho, sendo oito por categoria. Serão definidos três vencedores, com prêmios de R$ 2 mil para primeiro colocado, R$ 1,5 mil para segundo e R$ 500 para terceiro. Haverá entrega de menções honrosas para até cinco contistas nacionais, cinco estrangeiros (mundo lusófono) e cinco contistas regionais. Todos os premiados terão direito a cinco exemplares da coletânea ‘Contos 2015’, e serão convidados a participar da 6.ª Jornada de Literatura de Araçatuba, marcada para o período entre 14 e 18 de setembro de 2015.

O secretário de Cultura Hélio Consolaro reitera que “o concurso é muito conhecido nos meios literários, destacando Araçatuba também nesse cenário cultural. É um reconhecimento a mais para a cidade, que nos últimos seis anos ocupa posições de destaque no Brasil em vários setores artísticos, como balé, catira e teatro, e em outros, como assistência social e educação, por exemplo. Essa é a 28.ª edição, embora o concurso tenha sido lançado há 30 anos. O histórico e a repercussão atual estimulam, cada vez mais, as participações dos contistas, que conquistam estímulos financeiros e prestígio, nesse contexto de literariedade”.

MUNDO LUSÓFONO

Oficialmente 28.º Concurso de Contos Cidade de Araçatuba (internacional, mundo lusófono), o evento é destinado a escritores lusófonos de países que têm o português como idioma oficial: Portugal, Brasil, Angola, Moçambique, Timor Leste, Guiné-Bissau, São Tomé e Príncipe, Cabo Verde. E que sejam maiores de 18 anos.

Em 2015, o homenageado é o escritor Eddio Castanheira, natural de Mococa (1920 – 2001). Médico com quatro livros publicados e fundador da Academia Araçatubense de Letras, em 1992, ele escreveu crônicas que durante anos foram publicadas semanalmente em jornais de Araçatuba.